Dia Nacional do Rodeio é definido em lei – Sistema Virtua
maio 31, 2020
Cultura

Dia Nacional do Rodeio é definido em lei

A data de 4 de outubro passa a ser o Dia Nacional do Rodeio, instituída pela Lei 13.922, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (4). A efeméride foi escolhida por ser mundialmente reconhecida como o dia de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais. Por essa razão, em 4 de outubro também se comemora o Dia dos Animais.

A lei é oriunda do PLC 108/2018, aprovado no Senado no início de outubro. O relator do projeto foi o senador Wellington Fagundes (PL-MT). Para ele, a iniciativa reconhece o significado da atividade que acontece em quase todo território nacional. Ele registrou que, anualmente, ocorrem mais de dois mil rodeios por todo o país, com público pagante de 24 milhões, acima até do futebol. Além da dimensão cultural, o rodeio gera empregos e movimenta economias locais, afirma o senador.

O esporte do rodeio tem suas origens na pecuária extensiva praticada na Espanha e em diversas regiões do Novo Mundo. No Brasil, a versão histórica consagrada é que as primeiras competições de rodeio surgiram na cidade paulista de Barretos no final da década de 1940.

Em 1956, um grupo de jovens que se autodenominaram “Os Independentes” organizaram a Primeira Festa do Peão Boiadeiro de Barretos. Essa festa é realizada até hoje, sendo a maior do Brasil, com um público que alcança cerca de 900 mil pessoas ao longo dos dias de sua realização. No Rio Grande do Sul, acontece o chamado rodeio crioulo, com características próprias, muito arraigado nas tradições gaúchas.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Outras notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *